Como pedir um orçamento de restauro



Muitas vezes nos perguntam como podem pedir um orçamento de restauro à nossa equipa.


Se estão prontos a carregar o carro com as vossas peças de mobiliário a precisar de restauro: STOP! Não o façam, por favor!


Há dois motivos muito válidos que nos impedem de aceitar as peças nas nossas instalações.

Primeiro, por uma questão de gestão de espaço. Seria impossível acomodar todas escrivaninhas, mesas, aparadores, cómodas e buffets de todos os nossos clientes. E depois, por causa do nosso "amigo" insecto xilófago, mais conhecido por bicho da madeira. Imaginam o terror que seria se contaminássemos as peças que estão na oficina e o stock de madeiras que aqui temos? Nem queremos imaginar!


Por isso, e também para vos poupar ao trabalho de carregar mobílias de um lado para o outro, pedimos que nos enviem um e-mail com a descrição pormenorizada dos problemas que identificam nas peças.

Para facilitar, podem seguir a seguinte checklist e indicar:


- que tipo de peças pretende restaurar;

- quais as medida;

- tipo de madeira e acabamento;

- problemas identificados: a nível estrutural, se identifica bicho, partes em deterioração, no acabamento, etc.

- localidade em que se encontram as peças e pormenores de acessibilidade.

- data prevista da execução/conclusão do projecto;

- caso tenham uma ideia, indiquem-nos uma estimativa ou valor aproximado que pretendem gastar;


Sabemos que não são especialistas na matéria, e não vamos avaliar as especificações técnicas das vossas indicações, mas estas são uma grande ajuda à nossa triagem.


E claro, como uma imagem vale mais que mil palavras, é sempre melhor se nos puderem enviar fotografias das peças em questão. Têm um telefone com câmara? Então toca a fotografar os pormenores, por favor!




Dito isto, notem que por e-mail aquilo que podemos dar é apenas uma estimativa. Para avançar com um orçamento formal, teremos sempre de ver as peças ao vivo e fazer um levantamento exaustivo e, esse sim, profissional. E para isso, a nossa equipa terá de se deslocar ao local para fazer uma visita técnica para analisar as peças. O valor dessa visita será depois deduzido do orçamento global, caso o mesmo seja aceite.


Se sente que chegou a hora de restaurar as relíquias de madeira que tem em casa e se já seguiu todos os passos deste post, só falta mesmo escrever o remetente do e-mail e carregar no enviar. Pode copiar e colar: geral@marcenaria-artistica.pt.


Já enviou? Perfeito! Estaremos deste lado prontos a responder, porque se há coisa que nos anima é o prazer de restaurar! Até já!

  • Pinterest - White Circle
  • Facebook - White Circle
  • Instagram - White Circle