top of page

Projeto Amoreiras


O projeto Amoreiras consistiu no desenvolvimento de peças de mobiliário de medida em madeira e mármore Thasos, com vários detalhes construtivos e estéticos interessantes. O projeto, da autoria da arquiteta Marina Malagolini do estúdio Lioz arquitetura, foi desenvolvido numa simbiose criativa entre arquiteto, fabricante e cliente, também ele, apaixonado por marcenaria. Foi um projeto em que, acreditamos tivémos a oportunidade de crescer enquanto artesãos e pôr em prática elementos únicos da marcenaria artesanal.


As peças desenvolvidas pela Marcenaria Artística Pereira, foram uma estante de sala com aparador de televisão de grande dimensões, um móvel bar, um aparador de entrada e um móvel de escritório, com secretária rebatível..

Um dos grandes desafios do projeto foi a utilização de mármore thassos nos elementos das peças como parte integrante do conjunto através da utilização de encaixes da pedra com os elementos de marcenaria.


Aparador de entrada

Esta peça de apoio à entrada, é um móvel de cerca de seis metros, com um baú, uma zona de arrumação com portas de correr e uma sapateira em mármore thassos maciço. Os tampos e base do móvel foram também fabricadas em mármore com detalhes de portas de correr rasgadas nas próprias pedras.



Móvel bar

O móvel bar foi fabricado em contraplacado folheado a nogueira com encabeços em nogueira maciça e vários detalhes em mármore thassos.

O móvel é duplo, com uma configuração diferente em cada um dos lados, por forma a servir de apoio à mesa de refeições, como ao aparador; e como móvel-bar, do lado da sala, com um espaço onde foi integrada uma adega.

A base e tampo do móvel em mármore thassos foram desenhados com rasgos, que são um trilho para as portas de correr, também elas com entalhe em madeira.

As gavetas foram emalhetadas à meia-madeira, com cavilha de latão e o móvel, foi à semelhança dos outros elementos da sala, acabado em danish oil e com frentes lacadas.



Estante de sala

Esta estante fabricada em contraplacado de nogueira, com encabeços em madeira maciça foi construída com tampos e prateleiras mármore Thassos, em que elementos de pedra foram encaixados na Marcenaria.

A peça de mais de sete metros foi desenhada por forma a mitificar o espaço e as frentes lacadas dialogaram com as cores de outros elementos de sala.

A estante foi instalada com utilização de ferragens invisíveis, estruturadas na alvenaria, com ferragens em latão maciço e acabamento em óleo Danish.


Escritório

Esta peça foi detalhadamente pensada pelo cliente, também ele apaixonado por marcenaria.

O objetivo desta peça foi ser um espaço de trabalho para duas pessoas, com a possibilidade de ser "fechada" para quando o espaço precisasse de ser utilizado como quarto de hóspedes. Assim esta peça foi desenhada como uma estante com secretária rebatível com arrumação em cima e em baixo e com uma zona forrada a cortiça para servir de quadro de notas.

O tampo de secretária, de grandes dimensões, foi construído com um elemento de Marcenaria peculiar e desenvolvido especificamente para este projeto - uma "dobradiça" em madeira, que ao abrir , "trava" automaticamente a peça na sua posição sem a deixar descair o que, tendo em conta a utilização e peso do tampo foi um dos desafios que procurámos resolver desde o início da concepção deste móvel. Além disso, tornou-se num elemento decorativo da própria peça. A peça foi fabricada em contraplacado de nogueira encabeçado em nogueira maciça acabadas com danish oil, e com as frentes de portas (e verso da secretária) lacados.


Um projeto que, pela sua dimensão e combinação de materiais e técnicas, foi muito desafiante mas também muito enriquecedor.


Partilhem nos vossos comentários o que vos pareceu este projeto, e alguma questão que possam ter!


Arquitetura - Lioz

Fotografia - Gui Morelli

Comments


bottom of page