Lixo de luxo


Esta peça singela é aquilo a que chamamos uma mesa de encostar. E tem duas particularidades que nos fazem sorrir: foi encontrada no lixo por uma cliente que recentemente nos encomendou uma peça à medida.


Vamos por partes, como num bom restauro: ter sido encontrada no lixo alegra-nos por ser um renascer desta mesa, uma segunda chance de utilidade desta relíquia resgatada. E o facto de nos chegar pelas mãos de uma cliente que já conhece o nosso trabalho, é um claro sinal de satisfação!



Não arriscamos a tentar adivinhar a idade, mas a peça estava bastante degradada. Não só o acabamento como também a nível estrutural. A prateleira intermédia apresentava-se bastante desgastada e a estalar, tinha uma fissura considerável num pé e estruturalmente estava pouco estável (zonas deslocadas e áreas que abanavam). O tampo tinha riscos, algumas fissuras e um acabamento muito gasto e queimado.


Após o levantamento de todas reparações a fazer, o processo de restauro consistiu em:

  • Retificar todo o acabamento através de uma raspagem e lixagem profunda até remoção do acabamento e ficar apenas madeira à vista;

  • Enxerto de madeira nas fissuras e reparação de riscos e outras lacunas;

  • Substituição de prateleira intermédia, respeitando o desenho e material original;

  • Reparação do tampo, através de uma cuidadosa remoção do acabamento.


Depois de chegarmos à cor original da madeira percebemos que esta era feita de várias madeiras, mas como originalmente estava tingida isto não era perceptível a olho nú!


Quando vos dizemos que o restauro é sempre uma surpresa, temos razão.






A mesa, afinal foi construída em madeira de eucalipto e mogno sapelly, com a prateleira intermédia em contraplacado folheado de sapelly. Assim, para manter o tom uniforme entre todos os tipos de madeira, aplicámos um tingimento natural na madeira e finalizámos com um óleo próprio para madeiras que protege e dá algum brilho.

E voilá! Mais uma peça com uma nova vida! Passe as fotos na galeria para ver os detalhes:


Encontrar boas peças no lixo é um dom. Um talento que nem todos têm!

Para nós, há duas grandes rainhas dos achados no Instagram! A Maria Matos, da página 2for1design e a Maria Pratas Rodrigues, da ECOR Interior Design. Conhecem mais gente assim? Que tem o dom sobrenatural de encontrar boas peças, outrora largadas por quem já não lhe viu valor?


É preciso ter olho de falcão, e um poder extraordinário de visualização, de criatividade e de imaginação para conseguir ver além do que é e ver o que pode vir a ser. Perceber o potencial que a peça tem e ter o toque de midas do restauro. Aí, podemos ajudar!


Deixamos alguns conselhos para quem encontrar uma peça de mobiliário no lixo:


Antes de mais, veja se a peça tem algum vestígio de bicho da madeira.

Se tiver, deve ser tratada por um profissional. Por isso, até ser levada ao expurgo, mantenha-a num lugar isolado e longe das suas peças de madeira maciça porque há forte risco de contaminação.

E claro, agora, mais que nunca é preciso ter cuidados redobrados quanto à desinfeção e manuseamento, por isso, se possível: 1. Utilize luvas. 2. Dê uma limpeza superficial. Com um pano, retire o pó e a sujidade maior.

3. Utilize um desinfectante hidroalcoólico.

4. Verifique se existem partes a apodrecer ou estruturalmente frágeis.

5. Acondicione bem a peça para evitar acidentes no transporte.

6. Por último, um passo totalmente opcional: tire uma fotografia e partilhe identificando a página da Marcenaria porque nós adoraaaaamos um bom achado!


Se precisar dos nossos serviços de restauro, já sabe que pode solicitar orçamento através do e-mail geral@marcenaria-artistica.pt.


  • Pinterest - White Circle
  • Facebook - White Circle
  • Instagram - White Circle