Projecto Quevedo

Atualizado: Out 18

Há uns meses atrás afirmávamos, a propósito da iniciativa do Menos #compraaospequenos, que somos pequenos, com orgulho.


E continuamos pequenos, artesanais e com um espírito familiar que nos caracteriza. Mas o projecto que vos apresentamos hoje foi um desafio de crescimento.


À nossa equipa artística foi proposto um projecto de criação artesanal em quantidade. E, talvez por sermos pequenos, fomos ágeis e corajosos o suficente para dizer imediatamente que sim. Afinal, não foi isso que sempre fizeram os portugueses?

Há um provérbio sul-africano que diz: “Quando quiser comer um elefante que está no seu caminho, faça-o fatia por fatia”. Por isso, neste post, vamos por partes:




O cliente

Tal como nós, a Quevedo é uma empresa nacional, familiar, tradicional. A família Quevedo é parte de uma nova geração de pequenos produtores baseados no Douro.

Cultivam mais de 100 hectares de vinha entre seis quintas no vale do Douro. Da diversidade de vinhas nascem uvas de vários aromas e sabores, o que resulta na criação de vinhos de qualidade superior e personalidade vincada.


O projeto

A Quevedo chegou à nossa oficina com um grande desafio em mãos: criar contadores de madeira, com acabamentos artesanais e uma estética e qualidade que representasse o prestígio de ambas as marcas.

Estes contadores terão uma finalidade bastante original. Serão utilizados como calendários do advento, em madeira maciça, com 24 gavetas que vão receber 24 garrafas de vinho do Porto.

Apesar deste ser o primeiro objectivo - criar "containers" para as garrafas de vinho - o projeto pediu uma atenção especial ao detalhe para que, este contador possa ser utilizado com outra finalidade após a degustação do vinho. A sua reutilzação era, portanto, um aspecto a ter em conta e a durabilidade do material foi um facto decisivo na escolha da madeira. A madeira escolhida foi a madeira de mogno, com óleo natural, com pigmento escuro.

Outro grande desafio foi transpor estes nossos valores, a madeira maciça, o toque artesanal, a qualidade para uma quantidade astroómica e muito desafiante para a nossa oficina: estamos a falar de 6000 gavetas!!!!

Mas não menosprezam a força e a capacidade de trabalho de uma pequena empresa. Para superar o desafio subimos às pontas dos pés. E do alto do nosso conhecimento de marcenaria, aliámos a escolha cuidadosa das madeiras à mão do mestre artesão e às novas tecnologias. Aumentámos a equipa, arregaçámos mangas e pusemos mãos à obra!



O resultado

O primeiro de todos: o orgulho em criar um produto personalizado, em madeira maciça , que vai servir como um complementos muito interessante para uma outra marca portuguesa.


A felicidade de comprovar que cada vez mais a madeira é tendência e que esta escolha não é só dos partciulares, mas também dos empresários que entendem que podem elevar o prestígio da marca apostando em merchandising mais cuidado. Os brindes e os acessórios que antes eram produzidos noutros materiais, são agora feitos - à mão! em Portugal! - em madeira. E esta escolha deve-se às preocupações ambientais, mas também pelo carácter e qualidade que a madeira oferece ao produto, pelo calor do material que impacta e surpreende quem recebe este presente, pela percepção de que o produto, por mais pequeno que seja o brinde, carrega em si os valores e o ADN da marca que representa. E isso faz toda a diferença!




Moral da história

É realmente importante ter experts a trabalhar madeira. A produção em série nem sempre respeita este material vivo, com especificidades muito próprias. É preciso saber conjugar o veio, perceber a finalidade do produto, considerar se recebe bem água ou não, escolher os melhores acabamentos, pensar e testar, ao pormenor, todos os detalhes, vezes e vezes.


Na Marcenaria Artística Pereira, a nossa equipa conseguiu imprimir o toque artesanal aliando-o à tecnologia para criar um produto único e exclusivo.

Celebramos hoje a nossa capacidade de fazer um projeto de fio a pavio. Desde o desenho técnico até à produção e ao acabamento. Sempre colados com grude aos nossos valores: o brio, o cumprimento de prazos, a qualidade, o perfeccionismo, a atenção ao detalhe e a proximidade cliente.


Conclusão

Este projeto foi muito mais do que apenas criar uma caixa de madeira para vinho do porto.

Exigiu muita energia e tempo de trabalho, quer no design como na produção. Os acabamentos e detalhes foram muito minuciosos. Tudo para que, quem receba esta peça como presente de Natal, possa sentir o requinte de duas empresas tradicionalmente portuguesas, com o orgulho nacional de fazer bem - cada um naquilo que o apaixona (nós na madeira, e a Quevedo no vinho).




E por fim, um brinde!

À vossa Quevedo!

À vossa, empreendedores portugueses!

À vossa, de todos vós, que se desafiam todos os dias a fazer melhor nas vossas vidas!


Se chegaram até ao final deste texto e sentiram um arrepio de orgulho no trabalho e dedicação da nossa equipa, deixem um comentário, partilhem esta publicação...!

Afinal, nesta era do digital, o vosso apoio é medido e sentido assim! Apoiar os pequenos negócios portugueses é simples: deixando um gosto, escrevendo um comentário, partilhando com os amigos podem estar a gerar negócio para empresas como as nossas!

  • Pinterest - White Circle
  • Facebook - White Circle
  • Instagram - White Circle