Qual é a diferença entre Marceneiro e Carpinteiro?

No passado dia 19 de Março celebramos o Dia do Marceneiro e do Carpinteiro. Dois ofícios que estão entre as mais antigas profissões do mundo e que, apesar de usarem a mesma matéria prima e de partilharem o dia e o santo, têm algumas diferenças que os distingue.

Muita gente confunde, e há quem, mesmo trabalhando de perto com estes profissionais, não saiba a quem deva recorrer na altura de pedir um orçamento. E você, sabe qual é a diferença entre marceneiro e carpinteiro? Nós ajudamos!


Vamos começar por aquilo que os une: ambos trabalham madeira, pois claro! A diferença está no grau de detalhe e especialização desse trabalho.


O site Marcenaria Eficiente faz a distinção pelo objeto da atividade: Ao carpinteiro sempre coube a execução de componentes estruturais, como vigas, escadas, assoalhos etc. Já ao marceneiro ficou reservada a produção de objetos utilitários e, até mesmo, artísticos, como janelas, portas, retábulos, armários, cómodas, cadeiras, entre outros.


De forma geral um carpinteiro faz sobretudo trabalhos estruturais. Mas há vários tipos de carpinteiros, com diferentes tarefas e especializações: desde carpinteiros de cofragens, que fazem as estruturas que dão suporte ao betão, aos carpinteiros de limpos, que realizam estruturas. Os carpinteiros podem actuar em diferentes áreas - na construção civil, na indústria e também na construção naval.


E o marceneiro? Na nossa perspectiva, o marceneiro faz trabalhos mais artísticos. Além de executar, é um criador, que domina as técnicas artesanais e decorativas da madeira. O marceneiro é especialista no uso de encaixes, ou malhetes, que dão força estrutural e durabilidade às peças que constroem. Domina as artes decorativas ancestrais, tais como a talha, os embutidos e os acabamentos tradicionais.


Na maior parte do tempo o marceneiro trabalha na sua bancada. Mas também pode deslocar-se ao próprio local - como aconteceu na intervenção que fizemos recentemente no Olissipo Hotel da Lapa. Um bom marceneiro sabe construir móveis simples e complexos mas também tem conhecimentos para fabricar portas, janelas e estruturas, com especialização em trabalhos de maior requinte e sobretudo fazendo uso de madeira e materiais nobres.


Com a crescente industrialização alguns destes conceitos têm vindo a perder-se uma vez que algumas destas estruturas (tais como portas, janelas, e outros móveis- sobretudo os de cozinha e wc) já vão sendo feitas de modo standard em fábricas e muitas vezes os carpinteiros acabam por ser montadores destas estruturas. Mas há casos em que o conhecimento artesanal e a capacidade de trabalhar de forma totalmente personalizada trazem muitas vantagens. Arriscamo-nos até a dizer que em alguns projetos são mesmo a única opção!




Como bem refere este artigo do blog Ser Marceneiro, trabalhar a madeira de forma manual e artesanal é muito exigente e desafiante, mas também muito gratificante.


Aqui na Marcenaria Artística Pereira temos uma máquina universal de corte, uma serra de fita e algumas ferramentas elétricas manuais mas a grande maioria do trabalho ainda é feito à mão, com utensílios ancestrais, alguns deles personalizados pelos nossos artesãos, como é o caso do maço personalizado pelo nosso Mestre Tiago (na foto acima) ou da escala de marcação feita pelo Mestre Jacinto (consegue identificar a ferramenta na foto abaixo?).



Conhece algum carpinteiro ou marceneiro que possa gostar de ler este artigo? Partilhe o link com ele!

Tem histórias de família, fotografias ou ferramentas de marcenaria? Partilhe connosco!


Queremos manter viva a arte da marcenaria e gostamos de estar próximo dos amantes da madeira. Deixamos o nosso contacto: geral@marcenaria-artistica.pt.


  • Pinterest - White Circle
  • Facebook - White Circle
  • Instagram - White Circle